Paciente IEP Institucional
Home   >>>   Tipos de Câncer   >>>   Câncer de Bexiga
 
Câncer Colorretal (Cólon, Reto e Intestino Grosso)
Câncer de Bexiga
Câncer de Cabeça e Pescoço
Câncer de Esôfago
Câncer de Mama
Câncer de Pele
Câncer de Próstata
Câncer de Pulmão
Câncer de Pâncreas
Câncer de Pênis
Câncer de Rim
Câncer de Testículo
Câncer de Tireóide
Câncer de Vulva
Câncer de Útero
Câncer do Estômago
Câncer do Fígado
Leucemia
Linfoma
Músculo-esquelético
Osteossarcoma
Retinoblastoma
Tumores da Família Ewing
Tumores de Sistema Nervoso Central (SNC)

Câncer de Bexiga

Câncer de Bexiga é um tumor que se origina nas células que recobrem a bexiga pelo lado de dentro, ou seja, aquele que está em contato direto com a urina. É um tumor relativamente raro e acomete mais os homens que as mulheres. Em geral, substancias tóxicas que passam a ser eliminadas na urina, são fatores importantes para o desenvolvimento do câncer e o tabagismo está dentre os principais culpados.
 
A bexiga é responsável por armazenar a urina formada pelos rins e liberá-la quando se tem vontade. Normalmente, o câncer de bexiga começa na camada de revestimento interior do órgão, formada por células chamadas de uroteliais.  Na maioria das vezes, o tumor nasce nessas células e cresce para dentro da bexiga, onde a urina fica armazenada. Porém, quando ele não é descoberto a tempo, pode haver um crescimento maior do tumor a ponto de penetrar no músculo da bexiga. Neste momento, a chance do tumor se disseminar pelo corpo é maior. Nos casos mais graves, o tumor pode já ter crescido demais e penetrar órgãos e partes do corpo que estão em volta da bexiga. 

Sintomas comuns do câncer de bexiga incluem sangue vivo ou coloração avermelhada na urina, dor em baixo ventre ou desconforto ao urinar, vontade de urinar várias vezes ao dia e sensação de urina presa. Porém, estes sintomas não são indícios definitivos de câncer de bexiga, outras doenças podem os causar. Contudo, qualquer pessoa com tais sintomas deve procurar um médico. 

A avaliação de um médico é fundamental, pois só conhecendo como os sintomas e sinais da doença começaram e evoluiram, ele poderá fazer o exame físico e solicitar os exames necessários para que o diagnóstico seja feito. Exames de diagnóstico de câncer de bexiga podem incluir exames laboratoriais de sangue, urina e a cistoscopia (um exame que olha a bexiga por dentro e pode ver o que está errado). Os pacientes podem ser submetidos a um ou todos estes exames, dependendo do caso.

Os principais tipos de tratamento do câncer de bexiga são cirurgia, radioterapia, imunoterapia e quimioterapia. Com base no estágio do câncer, o seu médico fará a escolha entre um ou mais destes tratamentos ao paciente.

 

 
Comunidade Contra o Câncer
Twitter Facebook Orkut YouTube Contato

Rua Antenor Duarte Villela, 1331 - Bairro Dr.Paulo Prata - CEP 14784-400 - Barretos -SP - 17 3321.6600
© 2012 - CliqueContraOCancer . Todos os direitos reservados