Paciente IEP Institucional
Home   >>>   Tipos de Câncer   >>>   Câncer de Rim
 
Câncer Colorretal (Cólon, Reto e Intestino Grosso)
Câncer de Bexiga
Câncer de Cabeça e Pescoço
Câncer de Esôfago
Câncer de Mama
Câncer de Pele
Câncer de Próstata
Câncer de Pulmão
Câncer de Pâncreas
Câncer de Pênis
Câncer de Rim
Câncer de Testículo
Câncer de Tireóide
Câncer de Vulva
Câncer de Útero
Câncer do Estômago
Câncer do Fígado
Leucemia
Linfoma
Músculo-esquelético
Osteossarcoma
Retinoblastoma
Tumores da Família Ewing
Tumores de Sistema Nervoso Central (SNC)

Câncer de Rim

Como funciona o rim?

O rim é um órgão duplo localizado na região frontal do abdômen e atrás do peritônio (uma membrana com duas camadas que recobrem partes dos órgãos intestinais com a função de impedir infecções e armazenar gordura e diminuir). Ambos posicionam-se abaixo da coluna, sendo o direito abaixo do fígado e o esquerdo abaixo do baço.   

Há várias funções em que o Rim consegue atuar: filtrar as irregularidades no sangue (como a uréia, e creatina, excretando-as pela água e urina), equilibrar o nível de acidez no sangue, produzir hormônios (que estimulam a pressão arterial e a produção de hemácias no sangue) e regular a quantidade de água presente no organismo.

Como é o câncer de rim?

Como os rins encontram-se numa região pouco aparente do abdômen (chamada de retroperitôneo), seus sintomas demoram a surgir na fase inicial e o desenvolvimento da doença é lento. Grande parte dos tumores renais (de 40% a 60%) são descobertos incidentalmente através de exames solicitados para analisar outros problemas - como dor nas costas e na região abdominal. Apenas 10% dos pacientes apresentam os sintomas comuns ao câncer de rim quando se tem um desenvolvimento tumoral aparente: dor nas costas, sangramento na urina e palpação do tumor no abdômen.
 
Ao realizar o diagnóstico, cerca de 1/3 dos pacientes já apresentam metástases que afetam órgãos à distância como pulmões, ossos, fígado e outros. Em outros números, cerca de 54% dos tumores renais estão ligados ao rim, 20% apresentam um avanço localizado e 25% apresentam metástases da doença.  
 
No caso do câncer renal, o tamanho dos tumores é um fator de risco de gravidade da doença, logo, o quanto antes diagnosticado, maior a chance de cura do paciente. Os tumores com tamanhos menores que 3 ou 4 centímetros de diâmetro têm bom prognóstico, quando comparado com tumores de dimensões maiores.
 
Indivíduos entre 50 e 70 anos de idade são considerados um grupo de risco para o desenvolvimento de um câncer de rim. O tumor renal representa de 2 a 3% de todas as neoplasias malignas no mundo e de acordo com o Instituto Nacional de Câncer, há uma estimativa que a incidência na população brasileira, seja de 7 a 10 casos por 100 mil habitantes/ano.
 
No Hospital de Câncer de Barretos, no ano de 2009, foram registrados 116 casos de câncer de rim, sendo 72 incidências em homens e 44 delas em mulheres.
 
Saiba mais:

O que é o câncer de rim?

Tipos de tumores renais

Prevenção, detecção e fatores de risco para o câncer de rim  

 
 
Comunidade Contra o Câncer
Twitter Facebook Orkut YouTube Contato

Rua Antenor Duarte Villela, 1331 - Bairro Dr.Paulo Prata - CEP 14784-400 - Barretos -SP - 17 3321.6600
© 2012 - CliqueContraOCancer . Todos os direitos reservados